O PRIMEIRO ASSALTO A TREM PAGADOR DAS AMÉRICAS

Em outubro de 1909, um comerciante local chamado Zeca Vaccariano, se aventurou como empreiteiro para a construção de dois trechos da estrada de ferro que ligaria SP ao RS. Devido a sua má administração financeira, este começou a ser pressionado pelos trabalhadores por ele contratados, muitos ex-presidiários.

Conhecedor das rotinas de pagamentos dos empreiteiros dos diversos trechos da rodovia, Zeca Vaccariano organizou uma turma de comparsas para assaltar os pagamentos que seriam feitos aos demais empreiteiros.

Esse assalto, que mostrou-se bem sucedido, foi considerado o primeiro assalto a trem pagador das américas e existem relatos que pode ser o primeiro do mundo. O valor roubado que também resultou na morte dos seguranças do comboio foi de 375 contos e 300 réis.

Transformado em dinheiro de hoje em dia seria algo em torno de 50 milhões de reais. Zeca Vaccariano e seu bando fugiram por meio da mata nunca mais sendo encontrados. Existem informações desencontradas que ele teria se estabelecido no que hoje conhecemos como Mondaí, as margens do Rio Uruguai. Inclusive Mondahy na linguagem indígena significa rio de ladrões. Posteriormente, quando da chegada da coluna Prestes todo o bando bateu em retirada sem nunca mais ser encontrado.

A grande curiosidade desse fato é que o primeiro assalto a trem pagador não teve trem. Como a estrada de ferro estava em construção, os malotes de dinheiro seguiram até Ponta Grossa-PR e de lá embarcaram numa comitiva em mulas. Essa comitiva é que foi assaltada pelo bando de Zeca Vaccariano.